quinta-feira, 9 de maio de 2013

Comportamento obsessivo compulsivo por porta moedas

Sou viciada em porta-moedas. Já os tive de todas as cores e feitios, grandes, não tão grandes, pequenos e assim assim. Sempre que compro um, juro a mim mesmo que "este é que vai ser". Mas passado muito pouco tempo devolvo-o ao seu estado de guardado-no-fundo-da-gaveta e uso um novo. Ou porque vejo e me apaixono, ou porque me oferecem, ou porque sim.

No meio deste gosto estranho - para não chamar outra coisa - entre usos e reciclagens de porta moedas há uma bolsinha, já não sei se a comprei ou se alguém me deu, que acaba por vir sempre parar à minha carteira. Tem, como todos os porta-moedas da minha vida, um prazo curto, porque entretanto encontro sempre um porta-moedas que vai satisfazer as minhas necessidades de consumidora esfomeada, mas, mesmo assim, a sacana (da bolsinha) volta sempre. Está encardida, costumava ser cor de rosa, e agora mistura-se numas cores que nem eu bem distingo.

Quando tenho algum hábito, paixão ou idiotice compulsiva tento perceber o que está por trás disso. E acredito que os porta-moedas só podem estar relacionados com a minha obsessão de tentar ser organizada. Eu disse tentar. Lembro-me, quando estudava, que todos os inícios de semestre, prometia aos anjos e arcanjos que os meus cadernos iam ficar i-m-p-e-c-á-v-e-i-s. Nunca aconteceu.O mesmo se passa com o meu armário, que em todas as mudanças de estação está impecável, e depois fica tal e qual um campo de guerra. 

E daí vem a minha obsessão com porta-moedas. Há sempre um que me parece mais organizável. E no fim de tudo, no fim de procuras obsessivas, constantes e doentias por algo unicorniano, no fim de tudo não valeu a pena. Os cartões desorganizam-se. As notas vão para o lugar das moedas e as moedas espalham-se pela carteira. Fico minutos embaraçosos à procura do multibanco, e há sempre um papel que teima enfiar-se no fecho que eu acabo por rebentar.

Precisava de uma criatura minúscula que me berrasse, dentro da carteira: não é aí. não compres mais. organiza-te. Sinceramente. 

5 comentários:

  1. Nãnã,

    NÃO, assim tás bem :)
    beijos

    ResponderEliminar
  2. Quando me falaste da tua organização das roupas nos armários e gavetas, fiquei tão invejosa ao pensar nos meus! E afinal tinhas-me poupado ao embaraço se me tivesses confessado logo q só durava umas semanas! ;)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olha para o que digo e não para o que faço. ;)

      Eliminar
  3. Isso dos porta moedas é alguma metáfora?
    MEF

    ResponderEliminar